O príncipe

16 03 2009

Ursula era uma dona solitária. Sem parentes ou amigos ou gatos.

Um dia, Ursula estava voltando para casa quando viu um pé no meio da rua. Pé sem corpo mesmo. Só o pé. Um membro perdido tão comum quanto bituca de cigarro.

A poucos metros dali havia uma caixa de sapatos. Cuidadosamente, ela pegou o pé e guardou na caixa.

Já em casa, foi até o quintal e cavou um buraco na terra.

Plantou o pé. Regou o pé.
Alguns dias depois já se via um princípio de tornozelo.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: