Meu refrigerador não funciona

31 03 2009

macarrao

Não é segredo para ninguém que as minhas habilidades domésticas sejam precárias (as inúmeras panelas, colheres e facas queimadas que o digam). Mas ainda pior do que o meu dote culinário, é a minha capacidade de cuidar de geladeiras.

Sim. Geladeiras.

Porém, antes de continuar com as malditas, preciso que entendam que não sou uma das pessoas mais centradas do mundo. Minha capacidade de concentração beira a demência.

(É sério. Eu vi o gorilão do teste.)

O negócio é tão absurdo que preciso colocar o celular pra despertar quando faço miojo porque não consigo me lembrar dele por mais de três minutos. Eu me entretenho muito facilmente. Tanto que gosto de pensar que não sou distraída, apenas tenho uma capacidade extraordinária de me concentrar rapidamente em outras coisas.

Agora… pensem comigo: alguém que não lembra que colocou o miojo na panela há três minutos, vai lembrar que abriu um leite há duas semanas? Que o prazo de validade do presunto era de 15 dias? Que resolveu ser saudável e comprou frutas há um mês?

Não. Não vai.

Pois bem. A minha saga refrigeradora tem origem na longínqua época em que vim para Viçosa e tive de degelar a geladeira da república. Claro que eu nunca tinha feito isso antes… Mas que segredo poderia ter, afinal? Guardei a comida, desliguei o aparelho, sabão, buchinha, paninho, veja-multi-uso, toda a comida de volta e voilà! Pronto! Notou o problema? Pois é. Esqueci de religar a geladeira. O desastre teria sido muito maior se eu não morasse com outras cinco garotas. Dessa vez, foi só um yogurte perdido (e ele era meu e já estava fora da validade antes da limpeza).

Desde então, comecei a evitar alimentos que precisassem de refrigeração. Mudei de república e mantive a minha política de massas e torradas Bauducco. Tudo ia bem até o dia em que todo mundo viajou para casa nas férias antes de mim. Eu juro que a minha intenção era boa (não tinha sentido gastar energia com refrigeração no tempo que em ficássemos fora). Joguei a comida no lixo, desliguei a geladeira e viajei…  Só me esqueci de um detalhe: checar o congelador.

Um mês e meio depois, o negócio tinha virado um criadouro de vermes. Sério. A geladeira estava viva e cheia de minhoquinhas brancas se esguelando por todos os cantos. E o cheiro então? Não dava para abrir a porta sem querer vomitar. Como é que limpava aquilo? Não tinha jeito! A solução foi ligar a geladeira e matar os vermes congelados. Depois, empurrei o troço até a porta do quintal e liguei a mangueira. Até perfume eu joguei, mas a podridão nunca saiu por completo. Alguns meses depois, a geladeira parou de funcionar. Acho que morreu sufocada.

E então você pensa que a Dona Elisa aprendeu a lição, certo? Nãããão!

No início desse mês, o Gustavo ficou doente e fizemos uma sopa de fubá com frango. O negócio sobrou e guardamos a panela na geladeira. Também tinha leite, bacon, presunto e requeijão. Duas semanas passaram e ninguém comeu a sobra (ou as outras comidas). Claro que começou a feder. E, como a preguiça é sempre grande, a solução foi evitar abrir a geladeira para não empestiar o resto da casa. Até que o cheiro começou a escapar mesmo com a porta fechada…

Quando finalmente resolvemos limpar a bagunça, o leite tinha virado coalhada, o caldo um ango com mofo e eu tive que espantar urubus da janela quando joquei o presunto no lixo. Mais uma vez, o cheiro persiste apesar da limpeza. Por isso, vou aproveitar esse post e fazer um apelo a todos os donos e donas de casa do mundo: COMO FAZ O NEGÓCIO PARAR DE FEDER!?

Contribua. Você pode salvar a vida de mais uma geladeira.

Anúncios

Ações

Information

10 responses

31 03 2009
Träsel

Uma coisa que pode ajudar é colocar maças descascadas dentro da geladeira por algum tempo. Elas absorvem odores.

Ponha também um potinho com pó de café.

Mas um conselho útil mesmo é o seguinte: nunca deixe nada desarrumado ou por fazer em casa, porque invariavelmente o problema fica maior.

31 03 2009
Elisa França

Oi, Marcelo! Obrigada! Vou tentar o lance das maçãs… O potinho de café não funcionou.
E pode ter certeza que depois da última faxima, estou me esforçando bem para manter a casa organizada (Tudo bem que isso tem uns três dias… Mas já é um avanço).

31 03 2009
Bianca

AHAHHAHAHA
Mto bom!

Adorei seu comentário, e achei seu blog bem na linha do meu! Mas o seu é mais organizado e coerente O_o

Valeu pelo comentário e aqui estou eu comentando no seu

Putz esse negócio de geladeira e república nunca dá certo msm. Eu nunca achei q teria problemas com isso até que fui morar numa republica. E digo, é osso. O meu problema nem era tanto com geladeira, mas ela com o congelador e com o forno (aquilo de guardar comida no forno pra comer amanhã, sabe né…)…já deixei uma panela de feijão (FEIJÃO.) um fim de semana dentro do forno…complicado…

Mas é isso. Beijão! Volte sempre q eu voltarei!

31 03 2009
Victor

aheiiuheauihea

Eu lembro da geladeira de vermes da casa da vovó! Urgh!

31 03 2009
Elga

Eu só vou rir!
huahuhauhauhauhuahuahuahuha
hauhuahuahuhauhauhauhauhauh
hauhuahahuahuahuhauhauhauha

Coitada!

1 04 2009
Rodrirck

Oi Elisa,
Oi Elga, quanto tempo
Oi Bianca, fui eu quem passou seu blog pra Elisa, eu cheguei nele pelo blog do Renato Pontello, mas voltando…

Oi Elisa, (de novo)
Muito engraçado esse caso. É uma pena que eu ainda não tenha visitado sua casa. Agora vou ter que esperar até passar o futum.
Bom eu tinha um conselho pra te dar mas ele já foi dado. Então vou só reforçar. O lance é não deixar acumular as tarefas de casa. Asuahsuashaush….
To falando como se morasse sozinho a anos né? Hehehee….
E aquele Gordo do seu namorado? Bota ele pra limpar tb.
Continue com seus posts
Ah! Depois quero ver a historinha com a frase que eu pesquei hein!
Bjos

1 04 2009
monique

argh!!! caramba…

ainda bem que eu morava com a vivi (que me colocava na linha e era meio mãe lá de casa), mas na primeira república em que morei eu esqueci de colocar o lixo pra fora antes das férias.
Quando a gnt voltou a casa inteira fedia horrores e uma bolha assassina gosmenta preta morava na área de serviço…

=P

1 04 2009
Fred Di Giacomo

Olá! Adicionei seu blog lá no Clube de Ideias na nossa lísta de “Outras Ideias”

Sayonara!

1 04 2009
malk

Carvão absorve os odores.

Mas eu acho que a unica soluçao é voce nao usar mais geladeira pelo resto da sua vida.

1 04 2009
João Baldi Jr.

Simples: caixa de isopor.

Outra: mudança para o Alaska.

Terceira: criar os animais ainda vivos em casa e ir cortando partes deles conforme o consumo for necessário.

Hummm…apenas me ignore e ouça o Marcelo…

(uma vez eu esqueci uma goiabada no armário do colégio e saí de férias…Na volta o meu armário parecia um cenário daquele filme “Evolução”)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: