A verdade sobre a gripe suína

29 04 2009

porca1

<<Este post é uma invenção da cabeça doente da dona deste blog. Não leve a sério>>

O que vocês devem ter ouvido é que a gripe suína está se alastrando pelo mundo por causa da demora do governo mexicano em alertar a Organização Mundial da Saúde (OMS). Também devem ter ouvido do risco de pandemia, das passagens aéreas canceladas, do medo nos aeroportos, das mortes por causa da gripe, do vírus mutante… Enfim. Toda essa balela.

Balela, Elisa? SIM! TUDO MENTIRA! A verdade é que há interesses muito maiores por trás dessa armação.

Continue lendo »





A maca da vaca

8 04 2009

vaca

Isso é uma história verídica. Aconteceu comigo em junho de 2006. Eu tinha acabado de perder todo (ou quase todo) cabelo depois uma escova progressiva mal sucedida e andava meio maluca. Minha mãe resolveu que eu precisava me acalmar e marcou horário em uma sessão de Cinesiologia para mim [o médico achou que poderia me ajudar].

– O que é isso mãe? – eu nunca tinha ouvi falar em coisa parecida

– Ah! Vão tocar em pontos do seu corpo para ajudar você a ficar equilibrada. – ela raramente admite que não sabe alguma coisa

Imaginei que fosse algum tipo de acupuntura ou pornografia disfarçada. Pareceu interessante. Mas eu estava redondamente enganada.

Continue lendo »





As joaninhas desaparecidas

4 04 2009

joatopo

Há quase dois anos, o Gustavo me levou para jantar em um restaurante chamado La Coccinella (joaninha em Italiano). Na nossa falta de assunto de recém-namorados, ele começou a me falar sobre como não via joaninhas desde que era criança e que conhecia muitas outras pessoas que, depois de velhas, também nunca mais tinham visto o inseto. Achei aquilo um absurdo. Eu ainda via joaninhas!

Mas o tempo passou e as joaninhas desapareceram da minha vida. Nunca mais vi nenhuma. Culpei o Gustavo por isso. Na minha cabeça, ele tinha apagado o último resquício de infância que havia em mim. Fiquei preocupada mesmo. A ponto daquilo virar uma obsessão. Por noites e noites, eu sonhava que via joaninhas e acordava frustrada.

Continue lendo »