Taras politicamente incorretas

25 10 2009

anao

Pode parar. Não vem com essa de que a sua maior fantasia é fazer sexo em público, ganhar um streep-tease ou transar com uma enfermeira gostosa. Du-vi-do. Tara, tara de verdade, é politicamente incorreta. É coisa que você tem dificuldade para admitir até pra si mesmo. Mas ela tá lá. Tarada.

A coisa nem sempre tem a ver com sexo. Às vezes, é só uma vontade latente de ter ou fazer o que não pode – a velha história de que proibido é mais gostoso. Tipo desenhar caralhinhos voadores na parede do banheiro.

Eu, por exemplo, tenho duas taras crônicas.

Continue lendo »

Anúncios




De repente

25 10 2009

avos

Nunca acreditei no de repente. Para mim, as coisas sempre tiveram que ser construídas. Nada de surpresas e atitudes impulsivas. Férias perfeitas? Três meses de planejamento prévio. Amor? Pra mais de dois anos.

Até que um dia, como outro de qualquer primavera, eu estava andando e esbarrei no sujeito. Quando vi, nos apaixonamos, ele me deu um anel e estávamos correndo para o hospital porque a bolsa tinha estourado. Pisquei os olhos. As crianças formadas, o funeral do velho e eu aqui falando para os netos tomarem cuidado: chega uma hora na vida em que tudo é de repente.

(texto de 2006)





The Egg Man

25 10 2009

Ovos2

Levantou e olhou pela janela. Inspirou profundamente o ar gelado do dia-que-amanhece e prosseguiu com os preparativos. Lavou o rosto. Escovou os dentes. Limpou as unhas e comeu ovos no café da manhã. Vinte ovos.

Pensou em tirar o pijama, mas achou que seria dramático demais. Caminhou mais uma vez até a janela e saltou.

Continue lendo »